Cidade de Oriximiná

















Hoje se começa uma nova fase o blog começou a sair de Santarém para fazer você conhecer outras cidades e pontos turísticos, hoje vamos falar sobre a cidade de Oriximiná o desbravamento, em 1877, foi feito pelo padre José Nicolino de Sousa o nome Oriximiná é de origem indígena, de procedência tupi, que significa “o macho da abelha”, o zangão. A cidade tem uma área de 107 602,992 km² com uma população de 66 821 hab segundo o IBGE de 2013.





















Com ensino de qualidade para a população uma cidade bem desenvolvida para os moradores.



















 Um dos cartões postais  da cidade é a praça do Santo Antônio que fica bem no centro, um local conservado e  muito aconchegante para turistas e moradores um lugar de lazer e diversão.




















No dia que estávamos fazendo a reportagem sobre a cidade cantores se preparavam para a última noite do festival de música popular FEMPO da edição 19ª um evento bem cultural da cidade.



















 Outro ponto turístico bem visitado é a praça do centenário lindo pela sua simplicidade e um jeito bem tranquilo com um gosto de quero mais quem visita a praça não quer mais sair.
















Um local que não poderia faltar é o teatro da cidade pequeno mais cheio de histórias.


















A vida em Oriximiná tranquila sem extresse com tudo, local para lazer, estudos, diversão e tudo para si viver bem e em paz. Com ruas pavimentas, água encanada com uma ótima estrutura para todos viverem bem.


















A praça da saudade oferece aos seus visitantes uma bela paisagem de frente para o rio ali você senti a brisa do rio e vento leve tocar no rosto.

















E assim fizemos uma linda viagem pela cidade de Oriximiná e seus encantos o lugar que brilha apenas com a sua beleza natural e com o seu povo.


Um comentário:

  1. Tenho muito orgulho de minha cidade. Um lugar encantador e de um povo acolhedor.
    Apesar de morar em Belém há muitos anos, não deixo de visitar Oriximiná sempre que posso. As circunstâncias fizeram com que eu tivesse que sair de minha terra, mais, tenho a esperança de um dia voltar em definitivo ao torrão em que nasci. Espero em Deus realizar este grande sonho.
    João Raimundo Farias.

    ResponderExcluir